Programa

Universidade Tiradentes – Unit

Mestrado em Educação

DISCIPLINA: Educação a distância Fundamentos e Práticas

EMENTA

Estudo, a partir da história, das políticas e diretrizes, dos fundamentos e concepções da educação a distância, bem como as mediações tecnológicas relacionadas a esta área. Discussão das práticas da educação a distância, sua natureza, sua especificidade, suas tensões e mitos principais, bem como sua pertinência na formação, particularmente, de professores na sociedade contemporânea

 

OBJETIVOS

  1. Discutir as concepções de educação a distância nos espaços e tempos históricos;
  2. Analisar as diferentes mídias, tecnologias e suportes utilizados na educação a distância;
  3. Compreender o conceito de educação on line seus pressupostos teórico, metodológico e mídias utilizadas;
  4. Analisar os conceitos de: cibercultura, mobilidade e convergência e como eles estão presentes na educação on line;
  5. Construir proposta teórico-metodológica para educação on line.

EIXOS TEMÁTICOS

  1. Educação a distância: conceitos e teorias
  2. Educação On line – um conceito baseado na cibercultura e na convergência tecnológica
  3. Uma proposta para educação: cibercultura, convergência e mobilidade

 

AVALIAÇÃO

Todo processo formativo necessita ser avaliado sob diferentes perspectivas. Nesse sentido, o processo avaliativo desta disciplina utilizará aspectos formativos que tem como critérios: assiduidade, interesse, participação e pontualidade na entrega e apresentação dos trabalhos, bem como aspectos somativos que inclui a produção de resenha crítica e de projeto de educação a distância.

BIBLIOGRAFIA

ALAVA, Séraphin (org.) Ciberespaço e formações abertas: Rumo a Novas Práticas Educacionais? Porto Alegre: Artmed. 2002.

ALVES, Lynn; NOVA, Cristiane (orgs.). Educação a distância uma nova concepção de aprendizagem e interatividade. São Paulo: Futura, 2003.

ARAÚJO, Bohumila; FREIRAS, Kátia Siqueira (orgs.). Educação a distância no contexto brasileiro. Experiência em formação inicial e formação continuada. Salvador: ISP/UFBA, 2007

ARETIO, Lonrenzo Garcia. La educación a distancia: de la teoria e la pratica. 3ª. ed. Barcelona: Ariel, 2006.

BARRETO, Raquel Goulart (orgs.). Tecnologias educacionais e educação a distância: avaliando políticas e práticas. Rio de Janeiro: Quartet, 2001.

BELLONI, Maria Luiza. Educação a distância. Campinas,SP: Autores Associados, 2001.

FREIRE, Paulo. Pedagogia do oprimido. São Paulo: Paz e Terra. 1981.

FONSECA, Marília. O Banco Mundial e a educação a distância. In: PRETTO, Nelson De Luca. Globalização e Educação: Mercado de trabalho, tecnologias de comunicação, educação a distância e sociedade planetária. Ijuí: Editora Unijuí, 1999.

GOMES, Maria João da Silva Ferreira. Educação a distância: um estudo de caso sobre formação contínua de professores via internet. Braga: Universidade do Minho, 2004.

GOMEZ, Margarita Victoria. Educação em rede: uma visão emancipatória. São Paulo: Cortez, 2004.

HERNÁNDEZ, Fernando e SANCHO, Juana Maria. Tecnologias para transformar a educação.  Porto Alegre: Artmed, 2006.

JAMBEIRO, Othon; RAMOS, Fernando. Internet e educação a distância. Salvador: Edufba, 2002.

KENSKI, Vani Moreira. Educação e Tecnologias: o novo ritmo da informação. 2ª. ed. Campinas: Papirus, 2007.

KENSKI, Vani Moreira. Tecnologias e ensino presencial e a distância. 3ª. Ed. Campinas: Papirus, 2006.

LÉVY, Pierre. Cibercultura. 2ª ed. São Paulo: Ed. 34, 2000.

LÉVY, Pierre. O que é virtual? 4ª. Ed. São Paulo; Ed. 34, 2001.

LITWIN, Edith et. alii. Educação a distância: temas para o debate de uma nova agenda educativa. Porto Alegre: ArtMed, 2001.

MERCADO, Luis Paulo (org.). Percurso na Formação de professores com tecnologias da informação e comunicação na educação. Maceió: EDUFAL, 2007.

MENA, Marta et. al. Construyendo la nueva agenda de la educación a distancia.  Buenos Aires: La Crujjía, 2007.

MORAN, José Manuel; MASETTO, Marcos, BEHRENS, Marilda. Novas tecnologias e mediação pedagógica. 12ª  ed. Campinas: Papirus, 2006.

MORIN, Edgar. Da necessidade de um pensamento complexo. In: MARTINS, Francisco M.; SILVA, Juremir M. Para navegar no século XXI: tecnologias do imaginário e cibercultura. Porto Alegre: Sulinas, 2000.

NUNES, César. Educar para a emancipação. Florianópolis: Sophos, 2003.

ROMÃO, Eliana Sampaio. A Relação Educativa por entre fios, falas e cartas. Máceio-AL: EDUFAL, 2008.

SANTAELLA, Lúcia. Linguagens líquidas na era da modernidade. São Paulo: Paulus, 2007.

SILVA, Marco Sala de aula interativa. Rio de Janeiro: Quartet, 2000.

SILVA, Marco (org.). Educação online: teorias, práticas, legislação, formação corporativa. São Paulo: Edições Loyola, 2003.

SILVA, Marco; Edméa Santos (orgs.). Avaliação da aprendizagem em educação on line: São Paulo: Edições Loyola, 2006.

SAVIANI, Dermeval. Da nova LDB ao FUNDEB. Campinas: Autores Associados, 2007.

PALLOFF, Rena M.; PRATT, Keith. O aluno virtual: um guia para trabalhar estudantes on-line. Porto Alegre: Artemed, 2007.

PARASKEVA, João M.; OLIVEIRA, Lia R. Currículo e tecnologias educativas. Mangualde-Portugal: Edições Pedago, 2008.

PETERS, Otto. Didática do ensino a distância. Porto Alegre: UNISINOS, 2000.

PRETI, Oreste. A educação a distância: Ressignificando Práticas. Brasília: Líber Livro Editora, 2005.

PRIMO, Alex. Interação mediada por computador: comunicação, cibercultura, cognição. Porto Alegre: Sulina, 2007. 

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s